ad

Últimos posts

The Umbrella Academy: tudo que você precisa saber


'The Umbrella Academy' é a nova produção da netflix baseada nos quadrinhos de Gerard Way, ex-vocalista da banda 'My Chemical Romance' com desenhos do Gabriel Ba (que é brasileiro) e traz a história de uma família de heróis nada convencional. 


PREMISSA

Em outubro de 1989, 43 mulheres de diversas partes do mundo, deram à luz ao mesmo tempo. O curioso é que nenhuma delas apresentava qualquer sinal de gravidez até então. Fato suficiente para chamar atenção do excêntrico e misterioso bilionário Reginald Hargreeves, que decide procurar e "adotar" essas crianças dotadas de algum poder especial. Então, ele consegue adotar 7, que aparentemente foram as sobreviventes e dedica suas infâncias a aperfeiçoar e controlar os seus poderes para combater o crime e um dia salvar o mundo, como uma academia de super-heróis: a Umbrella Academy

Bem aquela fórmula pronta de histórias de super heróis, certo? Errado! 

Hargreeves foi um pai linha dura, controlador e nada carinhoso, que na busca de um perfeccionismo já na infância, desenvolveu adultos incapazes de lidar com situações mais complexas, com uma mentalidade imatura, tóxica e autodepreciativa. Daí já dá pra perceber a carga social e psicológica que a série apresenta. Então se torna um arco muito mais familiar, de heróis e suas relações, do que o convencional heróis e vilões. Com o tempo, o trabalho do Sr. Monóculo (como Hargreeves ficou popularmente conhecido) não se mostrou muito eficaz, visto que as crianças foram crescendo e abandonando a academia, para seguir suas vidas, ou ao menos tentar. 

É nesse cenário cheio de conflitos familiares não resolvidos que se inicia Umbrella Academy. Agora que eu fiz esse resumão, vamo falar sobre os personagens e como é desenvolvida a trama? 

PERSONAGENS 


Como dito Hargreeves era um pai nada carinhoso e sequer deu nome às crianças, chamando-as apenas por um número, de 1 a 7. 

Nº 1, Spaceboy, Luther: é o líder da Umbrella Academy e suas habilidades englobam super força e resistência. Ele foi o único a permanecer na academia e a seguir as missões do pai, que inclusive havia o mandado para pesquisas na Lua. 

Nº 2, Kraken, Diego: é o mais rebelde dos irmão e abandonou a academia para seguir carreira na polícia. Mas foi expulso, devido a sua rebeldia de não querer trabalhar em equipe e passou a combater o crime como um mascarado. Ele é o que mais se aproxima de um super herói comum e poderia ter sido facilmente treinado pelo Batman, meio que seria o Robin de Umbrella Academy. Seus poderes são uma super mira e a capacidade de prender a respiração o quanto quiser. 

Nº 3, Rumor, Allison: tem a incrível capacidade de alterar a realidade instantaneamente por meio da fala, meio que um controle mental. Com isso ela construiu uma carreira bem sucedida de atriz e uma família perfeita, não fossem os ônus do uso descontrolado do seu poder. 

Nº 4, Klaus: é o personagem mais caricato e mórbido da série, um viciado em álcool e drogas. Mas, mais tarde seu vício é revelado como uma forma de fugir de seu poder, que é a capacidade de invocar e se comunicar com os mortos. Mas só quando está sóbrio. 

Nº 5: é o único dos irmão a não ter um nome real e desapareceu da academia aos 13 anos, em sua primeira tentativa de viagem ao tempo. Seus poderes são de viagem no tempo e espaço

Nº 6, Ben: morreu logo na adolescência em um acidente não informado. Na série, diferente das HQs, ele mantém contato constante com Klaus, estando presente em toda a trama. Suas habilidades eram de manifestar monstros de outras dimensões em sua pele, em seguida voltar ao normal. Tipo um Ben 10

Nº 7, Vanya: é a mais ordinária dos irmãos, não tendo manifestado poder algum, o que faz dela a excluída do rolê. Até escrever um livro sobre a sua infância normal em uma família disfuncional de super-heróis, onde ela expõe tudo e todos e decide sair da academia. Alerta de spoilers. Vanya, na verdade, é a mais poderosa da Umbrella Academy e seu pai, suprimiu os seus poderes, com medo do que ela poderia ser capaz de fazer. Sua habilidade telecinética é incrível, por meio de ondas sonoras ela é capaz de alterar tudo ao seu redor, matéria, pensamentos, além de um alto poder de destruição quando se transforma na Violino Branco (é meio que a Jean Grey e a entidade Fênix). 


Além dos irmãos e o Sr. Hargreeves, também moram na academia o Dr. Pogo, um chimpanzé alterado geneticamente, que tem muito carinho e apreço pelas crianças - para compensar a frieza do pai. E a Grace ou Sra. Hargreeves, que é a mãe, que seria como uma robô dotada de inteligência artificial. 

ENREDO/ANÁLISE

Anos depois, todos os irmãos são pegos de surpresa e retornam à Academia para o funeral do pai, que morreu misteriosamente. Os conflitos já eram esperados, afinal um bando de irmãos problemáticos e mal resolvidos com traumas do passado em meio ao luto, de volta à casa daquele que os criou, não ia ser bem um Reencontro a nível do programa da Eliana, não é mesmo? Mas as surpresas não param e o Número 5, que estava desaparecido há 17 anos, retorna do futuro, mas ainda com o corpo de 13 anos, devido a um erro quântico, sendo um idoso no corpo de um adolescente - já que ele revela ter ficado 50 anos perdido num futuro pós apocalíptico. E não bastasse superar os conflitos e atritos familiares, os irmãos tinham agora a missão de suas vidas: impedir o apocalipse, que de acordo com 5, seria em 8 dias. 


Todo esse enredo é inserido em uma estética e visual muito marcantes, inspirado na década de 20/30, que traz essa ideia sóbria de um passado traumatizante e vai crescendo para algo mais vívido e colorido, trazendo bem essa contraposição de passado e presente. Além de muitas referências e elementos nas passagens de tempo. A trilha sonora também é destaque e tem nomes como Queen e The Doors, além é claro, do próprio Gerard Way



E eu confesso que quando comecei a ler sobre, não dava nada pela série e não tinha o menor interesse em começar a assistir, mas de tanto que via falar, aproveitei o feriadão de Carnaval "pra ver de qual é". E fui positivamente surpreendido. O Klaus e o Cinco são os meus personagens favoritos e a atuação deles é muito caricata, expressiva. Sem dúvida as cenas dos dois juntos foram as mais interessantes. Por fim, mas não menos importante, eu deixei pra falar dos vilões Cha Cha e Hazel no final, porque eles são insanamente divertidos e carismáticos. É muito nosense. E traz um equilíbrio pra série e uma roupagem nova pra uma adaptação de HQ de heróis. Para os nerds de plantão, é como pegar uma narrativa de Douglas Adams com produção de Ryan Murphy.


Diferente de outras séries de super-heróis, em Umbrella Academy o fantástico e o sobrenatural se tornam normais e segundo plano em meio às relações pessoais e a construção dos personagens, que antes de heróis são humanos com falhas e fraquezas. Assim, eu vejo na série uma humanização do super-herói, que também sofrem fortes problemas familiares, ansiedade, depressão, vício em drogas e outros dramas individuais, que são profundamente explorados pela série, sem perder o timer e indo um pouco além, com mais detalhes se comparado aos quadrinhos. 

PONTO ALTO: Nº 5 - a interpretação do Aidan Gallagher, de apenas 15 anos, é incrível e deixa qualquer outro no chinelo. Suas expressões e o tom de sarcasmo na forma de falar deixam bem claro que se trata de um adulto/idoso no corpo de um pré-adolescente.

PONTO BAIXO: Nº 1 - o quer era pra ser o líder da Umbrella Academy é, na verdade, o maior mico da série. A atuação de Tom Hopper é ruim e suas expressões beiram ao ridículo.



4.5/5.0

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.